Pular Barreiras

Projeto - 2023/2024

Projeto
Hierarquia

Educação Especial

Agrupamento de Escolas Padre António Martins de Oliveira

 
Responsáveis

Nuno Miguel Alves Brito

Cristina Ferreira Santos Correia Ribeiro

Iris Amador

Antonia Torrinha

Breve Descrição

O Departamento de Educação Especial atento ao processo de aprendizagem dos alunos com Necessidades Educativas (NE), a beneficiar de Medidas Adicionais e Seletivas graves, apercebe-se que durante o seu percurso escolar chegam ao final da escolaridade obrigatória e são diversas as barreiras que dificultam uma inclusão plena na Vida Pós-Escolar, quer a nível académico quer a nível pessoal, social e profissional.

Estimativa de Custos

100,00€

Calendário

Ao Longo do ano letivo

Articulação

Ensino Profissional / CEF /PIEF > PIEF

P.Educativo A - Sucesso Educativo

 - 01 - Melhorar os resultados escolares

 - 02 - Dinamizar ofertas de complemento educativo

C - Comunidade e Responsabilidade Social

 - 01 - Promover a imagem do Agrupamento

Local de Realização

E.B. 2,3 Jacinto Correia e Espamol

Dia e Hora

Durante o ano letivo

Intervenientes
Destinatários

Alunos

Ciclo de Ensino

2ºCiclo - 5ºano

2ºCiclo - 6ºano

3ºCiclo - 7ºano

3ºCiclo - 8ºano

3ºCiclo - 9ºano

Secundário - 10ºano

Secundário - 11ºano

Secundário - 12ºano

PIEF

Curso de Educação e Formação

Escola

Escola EB 23 Jacinto Correia

Escola Secundária Padre António Martins de Oliveira

Enquadramento
Área Curricular

Formação Vocacional

Formação Pessoal e Social (JI)

Territorialização

Agrupamento

Áreas de Competência do Perfil dos Alunos

Desenvolvimento Pessoal e Autonomia

Projeto
Temática

Capacitação para a Vida Pós-Escolar

Legislação de Suporte

Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho;
Documentos institucionais que regem a vida do Agrupamento;
Outros que se considerem necessários.

Problema de Partida

Alunos que concluem a escolaridade obrigatória com poucas expectativas e que necessitam de um projeto de Vida Pós-Escolar pensado e adequado à sua condição.

Objetivos

“O enquadramento da Ação de Salamanca (UNESCO 1994), estabelece que os jovens com Necessidades Educativas Especiais devem ser ajudados para fazerem uma efetiva transição da Escola para a vida adulta. As escolas devem apoiá-los a tornarem-se economicamente ativos e dotá-los com as competências necessárias à vida diária, oferecendo formação em competências que respondam às exigências sociais e de comunicação e às expetativas da vida adulta (…).”
O Departamento de Educação Especial atento ao processo de aprendizagem dos alunos com Necessidades Educativas (NE), a beneficiar de Medidas Adicionais e Seletivas graves, apercebe-se que durante o seu percurso escolar chegam ao final da escolaridade obrigatória e são diversas as barreiras que dificultam uma inclusão plena na Vida Pós-Escolar, quer a nível académico quer a nível pessoal, social e profissional.

Este projeto realizado no âmbito da Educação Especial no Agrupamento ESPAMOL, destina-se ao desenvolvimento de competências de ensino aprendizagem que visam responder à diversidade das necessidades e potencialidades de todos e de cada um dos alunos, através do aumento da participação destes nos processos de aprendizagem, e na vida da comunidade educativa, enquanto pessoas capazes e responsáveis, orientando-os de forma a motivá-los a continuar a conquistar saberes essenciais para a vida : “aprender a conhecer”, “aprender a fazer”, “aprender a ser” e “aprender a viver com os outros”.

O trabalho realizado em CAA servirá para apoiar e organizar o processo de transição para a Vida Pós-Escolar e será sempre complementada com atividades exteriores em outros contextos para além da componente letiva com a turma, que incluem práticas profissionais de iniciação à vida ativa em setores de atividade, que possam abrir possibilidades de desenvolver um Plano Individual de Transição (PIT):
Pretende-se garantir que o perfil dos alunos durante a escolaridade obrigatória seja desenvolvido através de percursos diferenciados, os quais permitem a cada aluno progredir no currículo com vista ao seu sucesso educativo.
Pretende-se envolver toda a comunidade educativa e comunidade envolvente traçando PIT’s baseados em projetos de vida ajustados às capacidades de cada aluno e às suas aspirações, baseados nos princípios da educabilidade universal, da equidade, da inclusão, da flexibilidade e da autodeterminação.

Objetivos Gerais:
-Promover a transição para a Vida Pós-Escolar. e, sempre que possível, para o exercício de uma atividade profissional.
Objetivos Específicos:
- Sensibilizar e consciencializar para a inclusão dos alunos com NE na comunidade envolvente, enquanto pessoas válidas e capazes;
-Desenvolvimento de competências de autonomia pessoal e social;
- Promover a interação social entre os alunos e todos os intervenientes;
- Respeitar as pessoas em posição de autoridade;
- Desenvolver competências específicas de Higiene, Segurança de acordo com o local da atividade/ trabalho.

Ações a Desevolver

Operacionalização:
Pretende-se Implementar nos vários níveis de ensino, nomeadamente 2º,3º Ciclos e Ensino secundário, atividades que visem um despiste/orientação vocacional, permita definir um projeto de vida à saída da escolaridade obrigatória, para cada um dos alunos, de acordo com as suas capacidades/competências:
- Desenvolver atividades com o recurso aos meios existentes no Agrupamento possíveis de implementar no momento, nos seguintes sectores de atividade:
- Jardinagem/ “Horta pedagógica”, bar, refeitório, pavilhão desportivo, biblioteca, outros;
- Cultivar e vender produtos da horta;
- Confecionar pequenas refeições;
- Construir um galinheiro e cuidar dos animais;
- Construir variados objetos através de várias técnicas e trabalhos manuais
- Implementar, posteriormente, Planos Individuais de Transição nas empresas/instituições da comunidade.

Parcerias

Pretende-se estabelecer/reforçar protocolos no âmbito da Educação Especial com as parcerias já existentes e previstas no PEA do Agrupamento, da comunidade, nomeadamente as forças vivas locais, a autarquia e as instituições sociais, culturais e sempre que possível estabelecer outras que possam contribuir para uma integração/inclusão no mundo do trabalho dos alunos com NE a frequentar os Cursos profissionais no Agrupamento.
CERCIS a contactar: Espaço Bússola/CRACEP/APEXA, outras.

Recursos

Todos os recursos existentes no Agrupamento Espamol: (recursos materiais e recursos humanos).
Recursos da comunidade local.

Produto

Atribuir aos alunos com NE a beneficiar de medidas adicionais/seletivas com graves competências práticas e teóricas na aquisição de conhecimentos que sejam ferramentas facilitadoras no processo de transição para a Vida Ativa e Pós-Escolar.

Estado
Organização

Aprovado A quarta, 18 de outubro de 2023

C.Pedagógico

Aprovado A quarta, 18 de outubro de 2023

Realização

Pendente


TOP Visualizações
Atividade [70] 250 Anos? Já?
Projeto [60] A minha turma é TOP
Visita de Estudo [51] Desrespeito pelos direitos humanos - Lagos
Atividade [51] Oficina“Ilustração Científica” - Projeto “Sair para Entrar”
Atividade [46] Oficina “Tocar a terra- olaria” - Projeto " Sair para Entrar" - Escola de Artes de Lagoa
Projeto [42] "Sair para Entrar" na Escola de Artes de Lagoa
Atividade [42] NATAL - Decoração dos espaços escolares
Atividade [40] Prime Skills - CV / Entrevista / Procura de Emprego (11TI+TT)
Projeto [40] Natação Adaptada
Visita de Estudo [40] Trilogia MAAT
Relacionadas
Visita de Estudo Trilogia MAAT
Atividade "Halloween _ Um susto de Arte" - Projeto ExpoArte Visual
Atividade Visita à Exposição "Orgulho em ser Lagoa _ um olhar sobre o território" - Projeto La_Ver_Arte | Turma 8ºF
Atividade Visita à Exposição "Orgulho em ser Lagoa _ um olhar sobre o território" - Projeto La_Ver_Arte | Turma 8ºE



Plano Anual Atividades

A Scorebiz utiliza Cookies de modo a proporcionar-lhe uma melhor experiência de navegação e aceder a todas as funcionalidades.
Para aceitar a sua utilização, continue a sua navegação.

ACEITAR